Como e quando usar manguitos de ciclismo?

No antigo post onde explicamos quando utilizar os coletes corta-vento, dissemos que são uma peça das mais reconhecidas no extenso catálogo de equipamento de ciclismo. Por outra parte, os manguitos de ciclismo são igual de versáteis e, por isso, essenciais no guarda-roupa de qualquer ciclista. Nesta reportagem, vamos tentar responder as perguntas mais comuns sobre este ás na tua manga.

Que tipo de manguitos e mangas há no mercado?

Primeiro, queremos explicar que os manguitos de ciclismo são tubos feitos dum tecido que cobre os teus braços praticamente por completo, desde o pulso até quase o ombro. Dependendo do tecido, há diferentes tipos de manguitos:

  • Manguitos de ciclismo para o verão: peças super leves feitas de tecido sintético com uma pequena proteção térmica (ou quase nenhuma) e um corte justo. O seu objetivo principal é oferecer uma proteção UV aos nossos braços.

  • Manguitos de ciclismo térmicos: Nesta categoria existe uma ampla variedade de modelos e um grande rango de opções de acordo as necessidades do ciclista. Os tecidos são mais técnicos e podem ser sintéticos (poliamida, spandex, lycra), natural (lã merino) ou uma mistura de ambos. Os modelos com melhor proteção térmica têm um forro interno para manter os teus braços quentes.

  • Manguitos de ciclismo repelentes à água: Além da proteção térmica, os seus tecidos contam com uma cobertura externa que os fazem repelentes à água. Vão te proteger da chuva mas até certo ponto porque os manguitos não são 100% impermeáveis. Se chover muito, é melhor utilizar um casaco impermeável.

Como escolher os manguitos adequados?

Antes de decidir um estilo, deves ter em conta algumas características chaves:

  • Ajuste. Os manguitos de ciclismo devem se ajustar aos teus braços quase como uma segunda pele. Os extremos no pulso e no bíceps devem ter um bom ajuste para a peça ficar no lugar. 
  • Bandas de silicone. Para proporcionar uma fixidez extra no braço, os estilos mais avançados têm bandas anti-deslizamento para os manguitos não escorregarem.
  • Costuras. Quanto menos costuras, melhor. Tendo em conta que são um tubo, não podes evitá-las completamente, por isso é importante que as costuras sejam planas e não esfregar o cotovelo para prever a fricção. 
  • Detalhes refletivos. Os ciclistas devem usar os seus braços para sinalizar as viradas. Por isso é importante ter detalhes refletivos nos manguitos, assim as sinalizações podem ser vistas.
  • Design ergonómico. Alguns modelos foram feitos tendo em conta a posição do ciclista na bicicleta, por isso não têm forma reta, senão que formam um ângulo de 45º no cotovelo.

Baseando-nos nestas características, a seguinte coisa a ter em conta para escolher uns manguitos de ciclismo é quando e onde vais utilizá-los. Para climas quentes com invernos pouco frescos, os manguitos para verão são suficientes. Para climas com invernos moderados, deverías escolher os térmicos. Se moras numa zona com muita humidade onde chove regularmente, os manguitos repelentes à água são a melhor opção.

Se procuras funcionalidade, escolhe uns manguitos térmicos pois são os mais versáteis e serão úteis durante qualquer temporada do ano.

Para fazer a escolha certa, é essencial buscar a tabela de tamanhos e medidas da marca. Deves medir a extensão do teu pulso e bíceps e o comprimento dos teus braços, tendo em conta que os manguitos são muito elásticos, mas a sua elasticidade tem limites. Devem se sentir confortáveis mas, se forem muito justos, não vão permitir que o fluxo sanguíneo redistribua o calor nos braços e nas mãos.

Porque os ciclistas levam manguitos?

  • Porque é muito fácil tirá-los e colocá-los enquanto pedalas.
  • Porque ocupam pouco espaço e podem ser levados nos bolsos traseiros da tua camisola de ciclismo ou colete corta-vento.
  • Porque oferecem uma proteção extra contra o sol, o frio, o vento ou a chuva.
  • Porque ajudam a manter a temperatura do teu corpo, posto que os braços não se movem enquanto andas de bicicleta e portanto poderías ficar com frio.
  • Porque são peças de compressão que intensificam a circulação, ajudando à recuperação, à redução da dor e à tensão muscular.

Quando usar os manguitos?

Os manguitos são tão multifuncionais que podes levá-los nos bolsos da tua camisola de ciclismo e usá-los para uma proteção extra incluso nos dias mais quentes. Um dia longo subido na bicicleta, com o sol batendo forte nos teus braços, pode ter seus efeitos e, se não tiveres oportunidade de aplicar protetor solar no caminho, vais ficar com queimaduras.

No nosso post sobre coletes corta-vento demos alguns exemplos que podem ser aplicados para o uso dos manguitos de ciclismo:

No verão, no final da primavera e no começo do outono, podes levá-los para te proteger nas tardes frias se saíres depois do trabalho ou nas manhãs frias se saíres cedo. Logo que aqueceres, tira-os e guarda-os nos bolsos. Também podes sair sem os manguitos e colocá-los mais tarde quando começa a estar fresco.

Numa rota com passos de montanha e longas descidas onde deves utilizar os teus braços e mãos para frear, agarrar o guidão e mover a bicicleta de forma segura, vais apreciar levar manguitos e luvas finas para uma proteção contra o vento e o frio enquanto desces. Isto é especialmente importante em passos de alta montanha.

Em resumo, os manguitos são uma peça tão versátil, fácil de colocar, de tirar e de levar, que permitem uma boa adaptação às mudanças repentinas de temperatura e às diferentes circunstâncias de cada rota em bicicleta.

← Volver al blog

También te puede interesar...